17/04/2018
Venda da Takata para empresa chinesa é concluída e nome vai mudar

Venda da Takata para empresa chinesa é concluída e nome vai mudar

Por G1

A Takata, fabricante japonesa de autopeças envolvida no escândalo dos "airbags mortais", teve sua venda para a Key Safety Systems concluída. A nova dona da Takata é um braço do grupo chinês Ningbo Joyson Electronic Corporation, que pagou o equivalente a R$ 5,45 bilhões pela empresa.

A venda havia sido anunciada em junho, mas só foi concluída agora em abril. A nova empresa passará a se chamar Joyson Safety Systems. De acordo com a agência de notícias Reuters, após o anúncio da transação, Shigehisa Takada, presidente da Takata e neto do fundador, renunciou ao cargo.

O escândalo dos airbags mortais completou 5 anos, e já resultou em recalls de mais de 30 milhões de veículos (incluindo unidades no Brasil). A falha também causou a morte de 22 pessoas, além de ferimentos em outras 180.

Além da imagem afetada, a Takata também vinha sofrendo na parte financeira. Foram três anos seguidos de prejuízos, entre 2014 e 2016. Em junho de 2017, a empresa pediu recuperação judicial nos Estados Unidos e no Japão.

Após o escândalo, a empresa se declarou culpada e fechou acordo com a justiça americana para pagar US$ 1 bilhão como compensação pelo defeito.

Segundo o comunicado da Joyson, a Takata ainda ficará responsável pela área relacionadas a seus inflatores defeituosos, e deixa a empresa japonesa, reestruturada como parte do processo de falência dos EUA e do Japão, responsável por essas operações.


Uma falha na vedação do insulflador, onde fica o gás que abre o airbag, pode fazer essa peça trincar e também alterar o gás, devido à exposição à umidade.

Assim, quando o airbag é acionado em uma colisão, ele não abre normalmente, mas explode. O insuflador se parte e seus pedaços são atirados contra os ocupantes dos veículos. Os ferimentos de algumas vítimas foram confundidos com facadas ou tiro.

Publicidade
Mais Notícias

Design: Agência Bcicleta
Sistema: alc propaganda - criação de sites

Telefone: 11 2305-8385 | WhatsApp 11 9 4176-5011
editora@photon.com.br